domingo, 1 de fevereiro de 2009

Você comprou um cachorro? Precisamos conversar um pouquinho sobre isso...




Filhote de Beagle


Entenda uma coisa: 
Quem compra tem de saber o que está comprando. Você quer um cão de raça? Ok, é um direito seu, nem vou tentar te convencer a ter um vira-lata lindo que tem muito carinho para te dar e não vai te custar nem um tostão porque nós não cobramos por amigos...rsrsrsrsrsrs   Todos os cães merecem os céus todos que existirem! Com certeza!

Mas,  é bom ter certeza de que comprou realmente um cão de raça. Que me corrijam os mais sabidos na área...Quando você mistura um pastor alemão e um pastor belga o que você tem é um......o quê? Um pastor Alemão Belga? Existe essa raça? Eu não conheço....E Pinscher com Chihuahua? Um pinscherhuahua? Sei lá....Gostei da brincadeira....E Shi-Tsu com Lhasa? Um Shilha ou um Lhatsu?  Fala a verdade....com os nomes pode até ser engraçadinho, mas, amigo ou amiga, vá ao veterinário e faça o teste. Depois, procure quem te vendeu e converse seriamente, se for o caso. É direito do consumidor, não é, não? 


Bitu e seu gatinhos...


Estou dizendo isso por dois motivos. Primeiro, porque sou totalmente contra criação de animais para venda se o indivíduo não tem o mínimo conhecimento de cinofilia (estímulo ao desenvolvimento e aperfeiçoamento de diferentes raças caninas).  Olha, criar cães é coisa para quem tem conhecimento e condições financeiras. São seres vivos que não podem ficar cruzando a cada seis meses para fazer as pessoas ganharem dinheiro. Quando esse tipo de coisa acontece com a espécie humana, a polícia prende. Só porque são cães vira coisa normal? Talvez seja apenas seu modo de ver. Já tentou olhar para os cães e gatos como seres vivos? Além disso, existam TANTOS animais precisando de um lar....

Quem se dana a vender animais tem de saber que eles não são sapatos nem mesmo abacates! Eles têm sentimentos,  físicos e emocionais. Quando têm problemas sofrem como seres humanos, portando doenças genéticas decorrentes de cruzas sem conhecimento. Isso não deveria ser visto como coisa "normal".  Se um animalzinho tem problemas, não pode cruzar e colocar mais animais no mundo...É o básico. Também não devem cruzar com parentes próximos, como nós....é engraçado o quanto somos parecidos....

Segundo, se você queria um cachorro de raça e está andando com um vira-lata de luxo, porque não adotar logo um vira-lata? Olha, existem de todos os tamanhos, pequeninos, grandes....! de todas as cores! branco, preto, vermelho, amarelo, marrom de olhos verdeeeees!!!  Passa na comunidade de Apoio ao SOS no Orkut e nos perfis que são ligados  a ela para você ver! 




Bem, também não estou dizendo isso para você simplesmente não querer mais seu bichinho porque pode não ser de raça pura....Claro que você deve manter seu amigo ou amiga, criatura, você já não tem amor a ele ou ela? E se for um SRD? Ele(a) tem culpa? 



E esse olhar de paixão quando te olha? E a patinha no seu colo pedindo carinho? E a confiança que ele tem de que você vai cuidar dele, hem? Você vai fazer o que com isso? Simplesmente esquecer? Ele (a) é mais uma vítima das pessoas.  Você vai abandonar o amigão ou amigona só porque não é de raça? 

E não se preocupe, a maioria das pessoas vai achar que é de raça mesmo!
Você também não achava até agora há pouco? ;-)

Beijos e boa semana!

6 comentários:

Fê Guimarães disse...

Que legal essa postagem Rosa, como sempre, concordo com tudo... e esse mês o bicho tá pegando literalmente heim! São 3 ninhadas com uma média de 10 filhotes para doação, fora os q já estão lá há algum tempo... e uma dessas ninhadas se encaixa com certinho com seu post, são mistura de poodle com teckel( é assim q escreve?) só q invés de vender a pessoa tá doando... Rosa quando vc tiver textos sobre as campanhas de castração e de identificação, manda pra eu postar lá no meu? é importante divulgar né? bjokas amiga! até+

Fê Guimarães disse...

Ahhh, como será que ficaria o nome dessa cruza se salsichinha com poodle? rssrsrsr

CaoNectado disse...

Parabéns! Concordo 100% com você! É cruel cruzar os bichinhos pra vender e geralmente não se consegue vender e começam a doar a qualquer custo já que não vendeu! Não podemos fazer de um ser vivo um comércio! Um beijão!

Rosa Belli disse...

Fê, essa cruza aí deve ser um salsidle ou um poocha....

Agora, poocha /pooxa/ deve ser o que as pessoas dizem quando percebem que foram enganadas!!!'
Já imaginou que tem muita gente pagando por Lhasas que não são Lhasas, por Shitzus que são, na verdade, virinhas de luxo? É triste, porque há tantos animais precisando de donos....Tantos!!! E este pessoal continua colocando peludinhos no mundo SÓ para ganhar dinheiro, apelando para a vaidade e para a boa fé das pessoas!!!! Pára, gente!!!!
tem de conhecer primeiro a raça que pretende ter para depois comprar. Acho que é até isso o que me irrita mais nesses casos.
Bjs
------
P.S.: Olha, vocês aí que me lêem quer um cachorro para cuidar de sua casa? Meu, tem muito vira-lata legal, lindo (se é para olhar isso), forte, bravo, leal e abandonado, sendo maltratado por marginais....
Seja humano: pense bem!!!

Rosa Belli disse...

Se as pessoas soubessem o que acontece com os animais nas ruas, Cãonectado,tenho certeza de que adotavam mais...Obrigada pelo comentário.

Você pode divulgar esses textos como quiser, viu? É preciso que as pessoas pensem antes de comprarem um animal. E se me mandarem um mail eu mando os folhetos que tenho feito.

Bjs

Thali disse...

adorei o post, acho que devemos ficar mais atentos a estas criações descontroladas, onde os animais sobrevivem apenas para procriarem, sendo somente uma fonte de renda para os criadores, sem ao menos terem o menor cuidado com os animais e muitas vezes até mesmo "vendendo gato por lebre". Isso é muito triste e também é considerado maus tratos. ja vi casos de criações aqui mesmo em nossa cidade, que me deixaram decepcionada. Em um barraco qualquer, sem nenhuma condição, pode-se achar pessoas vendendo animais que dizem serem de raça. Então pessoal olhos bem abertos!